SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.58 número2 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

    Links relacionados

    • Em processo de indexaçãoCitado por Google
    • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

    Compartilhar


    Ciência e Cultura

    versão On-line ISSN 2317-6660

    Cienc. Cult. v.58 n.2 São Paulo abr./jun. 2006

     

     

     

    O engenheiro austríaco Eugen Wüster (1898-1977) lançou nos anos 1930, com seus trabalhos, os fundamentos do que viria a se constituir num campo de investigações cada vez mais dinâmico na lingüística contemporânea: a terminologia como especialidade nos domínios da lexicologia e da lexicografia.

    Os estudos do léxico, como se sabe, são fundamentais para a compreensão dos mecanismos de produção do sentido e do significado da linguagem, como competência do ser humano e nas diferentes línguas que expressam em sociedade a historicidade de suas variações culturais, científicas, e tecnológicas.

    A lexicografia cujo trabalho permite, como resultado, dicionários cada vez mais abrangentes do léxico de uma e de várias línguas tem também um correspondente específico nos estudos terminográficos que levam aos dicionários de termos técnicos e científicos ou mesmo de termos especializados em domínios literários, estéticos e culturais mais amplos, numa acepção mais sociológica e antropológica da palavra cultura.

    Com o desenvolvimento acelerado da ciência e da tecnologia, com a circulação ampla das informações e a facilitação a seu acesso rápido e instantâneo num mundo feito de distâncias efetivas e de simulacros afetivos de simultaneidades, as terminologias se produzem cada vez mais rapidamente. De um lado, como necessidade criada pela própria dinâmica do conhecimento especializado, de outro, como desejo de uma individualidade que se afirma não só pelo novo, mas pela sua novidade.

    Por isso, os artigos que aqui se apresentam sobre o tema cobrem um largo espectro dos estudos terminológicos que vão da palavra em estado de dicionário ao dicionário em processo textual e discursivo.

    Coordenado pela professora Lídia Almeida Barros, e com a colaboração de reconhecidos pesquisadores na área, o Núcleo Temático deste número da Ciência e Cultura constitui-se, assim, numa referência importante para uma melhor compreensão dos aspectos teóricos, metodológicos e práticos da terminologia .

    E nos termos da revista, mais reportagens, notícias, notas, informações, arte e literatura.

     

    CARLOS VOGT
    Editor chefe, abril de 2006