SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.58 número2 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

    Links relacionados

    • Em processo de indexaçãoCitado por Google
    • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

    Compartilhar


    Ciência e Cultura

    versão On-line ISSN 2317-6660

    Cienc. Cult. v.58 n.2 São Paulo abr./jun. 2006

     

     

     

    BERTIOGA

    Jogos integram a VI Festa Nacional do Índio

     

    Uma demonstração da variedade de tipos de jogos praticados por nações indígenas faz parte das manifestações culturais programadas pela prefeitura de Bertioga, no litoral paulista, para a Festa Nacional do Índio, de 19 a 23 de abril próximo. A festa atrai estudantes, pesquisadores e simpatizantes em geral das causas indígenas. Mais de mil índios de 13 etnias espalhadas pelo Brasil participam da festa, com suas danças, rituais, culinária, artesanato e atividades esportivas. O evento é um espaço de resgate das tradições desses povos, assim como mostra aos visitantes a realidade e dificuldades vividas por essas etnias. Diferentes grupos de pesquisa devem estar presentes, como o Laboratório de Antropologia Bio-Cultural da Faculdade de Educação Física da Unicamp, que desenvolve estudos etnográficos em terras indígenas desde 1994, sob coordenação da professora Maria Beatriz Rocha Ferreira.

     

     

    Os jogos tradicionais indígenas são atividades permeadas pelos mitos, seus valores culturais e, portanto, congregam em si o mundo material e imaterial de cada etnia. A pesquisadora explica que, em geral, os jogos são praticados cerimonialmente, em rituais, para agradar a um ser sobrenatural e/ou para obter fertilidade, chuva, alimentos, saúde, condicionamento físico, sucesso na guerra, entre outros. Visam, ainda, a preparação do jovem para a vida adulta, a socialização, a cooperação e/ou a formação de guerreiros. As regras são estabelecidas de forma dinâmica, sem limite de idade nem ganhadores/perdedores. Não há premiações como no esporte, mas ganho de prestígio.

     

    Vera Toledo Camargo