SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.58 número2 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

    Links relacionados

    • Em processo de indexaçãoCitado por Google
    • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

    Compartilhar


    Ciência e Cultura

    versão On-line ISSN 2317-6660

    Cienc. Cult. v.58 n.2 São Paulo abr./jun. 2006

     

     

    RICARDO DOMENECK

     

    SEGUNDA FAIXA – 00:37*

     

    Reconhecer a
    construção pelo
    espaço entre as
    pedras
    requer ser
    ao mesmo tempo
    pedreiro e arquiteto,
    não engenheiro.
    John Cage opera
    o acaso
    mas como o dia
    há a escolha.
    Há? Há.
    O que não

    são palavras
    0/Km.
    Por tanto:
    o muro resiste
    do lado de
    dentro
    da cidade sitiada
    ou
    o muro constringe
    do lado de
    fora
    da cidade sitiada.
    Tente manter-se puro,
    meu caro senhor,
    ausente e alheio
    como os resistentes
    do lado de fora,
    e acorde
    entre os colaboracionistas.
    Mas todo muro é um tanto
    confuso.

     

    QUINTA FAIXA – 0:42**

     

    Intercalar uma série de
    interrupções para melhor
    compreender o calendário
    dos meus dias. Sempre
    e todo dia começam
    com freqüência
    complementares e adversativos,
    para terminarem
    entre letreiros fechados, créditos,
    THE END,
    o gosto do final e
    a orquestra apontando a saída.
    Há quem leia
    prefácios,
    há quem leia
    posfácios.
    O que se espera
    da experiência
    é que ocorra
    antes de termos
    tempo
    de conectá-la com outra
    e dizer "ponto final"
    da dicção,
    na expectativa
    de atingir
    pelas divisões do dois
    o único,
    quando obtém-se
    este efeito
    pela divisão do mesmo
    pelo mesmo.

     

     

    Ricardo Domeneck nasceu em 1977, em Bebedouro (SP). É poeta, tradutor e DJ. Depois de alguns anos em São Paulo, vive hoje em Berlim (Alemanha) onde edita o fanzine HILDA e é o DJ residente da festa semanal Berlin Hilton. Publicou a coletânea Carta aos anfíbios (Rio de Janeiro: Editora Bem-Te-Vi, 2005).

     

     

    *, ** Do livro Cadela sem logos